quarta-feira, 27 de abril de 2011

Os microorganismos estragam os alimentos?


Os microorganismos são seres invisíveis a olho nu, que podem contaminar os alimentos. Estão presentes:

- Na Água;
- No Solo;
- No Homem;
- Nos Animais;
- No Ar;
- Nos Objetos Contaminados;
- Em alguns alimentos.

Os microorganismos podem ser divididos em:

-Patogênicos: são causadores de doenças que podem estar presentes nos alimentos sem alterar o sabor, odor ou aparência. Exemplos: salmonella na maionese.

-Não patogênicos: são aqueles que não geram doenças, porém alteram sabor, odor ou aparência do alimento. Exemplos: Iogurte, cerveja, vinho.


Os Fatores que contribuem para o crescimento dos microorganismos são:

1. Quantidade de água nos alimentos:

Alguns alimentos possuem mais água na sua constituição, este fator favorece o desenvolvimento dos microorganismos.

2. Composição química dos alimentos:

Os alimentos que têm na sua composição uma maior quantidade de proteínas (carnes, ovos, leites e derivados) são considerados produtos de maior risco. Isto não significa que os demais alimentos não propiciem o desenvolvimento dos microorganismos, apenas que estes produtos de risco oferecem melhores condições. 

3. Teor de acidez:

Alguns alimentos são mais ácidos (baixo pH) e esta condição dificulta o desenvolvimento de alguns microorganismos.
Porém há um microorganismo patogênico que consegue se multiplicar e sobreviver em pH ácido, existindo a necessidade de conhecer a procedência de alimentos em conserva, tais como: palmito, pepino, ovos.

4.Temperatura de armazenamento e de cozimento:
Este é um dos fatores mais importantes quando se fala em segurança alimentar, pois afeta diretamente a multiplicação bacteriana. Desta forma, a temperatura pode ser usada de duas formas para evitar ou diminuir a multiplicação bacteriana:
- Refrigeração;
- Aquecimento.


5. Tempo de armazenamento e cozimento:

Quanto maior o tempo de permanência de um alimento em uma temperatura inadequada maior será o crescimento microbiano. O tempo deve ser considerado durante o armazenamento, cozimento, distribuição, exposição e transporte do alimento.

6. Disponibilidade de oxigênio:

A maioria dos microorganismos necessitam de oxigênio para sobreviver. Por isso, 
alguns estabelecimentos produtores de alimentos utilizam métodos como embalagens a vácuo ou atmosfera modificada para melhor conservação.   




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário